NEC desenvolve leitor de digitais para bebês e crianças

A NEC Corporation anunciou o desenvolvimento do primeiro dispositivo do mundo capaz de capturar eficientemente digitais de recém-nascidos e crianças. Criado e projetado em conjunto com a Universidade do Estado de Michigan, nos Estados Unidos, o leitor passou por inúmeros testes em condições reais de utilização na cidade indiana de Dayalbagh. Na ocasião, o protótipo capturou com sucesso imagens das digitais de 300 crianças, entre elas mais de 60 bebês com menos de seis meses e um recém-nascido com apenas seis horas de vida.

Até agora, a leitura de digitais de crianças e recém-nascidos era muito difícil por causa da suavidade e delicadeza da pele dos dedos. Além disso, a captura com os dispositivos atualmente disponíveis revelava-se ineficiente, pois as imagens geralmente não tinham qualidade ou as digitais capturadas não eram úteis à identificação.

O novo dispositivo da NEC é compacto, ergonômico e leve. Sua aresta é abaulada, com uma fita que deixa a criança confortável durante a coleta. O equipamento permanece de forma segura na mão do operador e é facilmente transportado.

Um sensor de imagem CMOS de alta resolução, 1270 pixels por polegada (ppi), e um placa especial de fibra de vidro envolvem o dedo e permitem a captura de imagens de alta qualidade em poucos passos. O operador simplesmente posiciona e segura o dedo da criança sobre o sensor. Uma prévia da imagem é mostrada num visor. Com um apertar de botão, a imagem é salva. Assim, o operador tem total controle do processo e a captura de digitais torna-se mais segura, tranquila e precisa.

“O desenvolvimento do protótipo vai permitir à NEC contribuir para a otimização de programas de vacinação, de alimentação e a verificação de identidade de recém-nascidos em hospitais, por exemplo. Tudo isso de forma confiável e precisa”, afirma Ryoji Hayashi, diretor-geral da Divisão de Soluções Governamentais e Públicas da NEC Corporation.

Fonte: forumsaudedigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *